Projeto de acesso a mercados seleciona cooperativas da Paraíba



Cinco cooperativas de agricultores familiares da Paraíba estão entre as 24 selecionadas pelo programa Brasil Mais Cooperativo, através do edital de intercooperação, realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). Com apoio do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), o projeto visa fortalecer os negócios das cooperativas e fomentar o acesso a novos mercados.

Da Paraíba, foram selecionadas: a Cooperativa Agroecológica Mista da Várzea Paraibana (Comase), de Sapé; a Cooperativa Agroindustrial de Piabuçu (Frutiaçu), de Rio Tinto; a Cooperativa de Ovinocultores da Paraíba (Ovinocoop), de Guarabira; a Cooperativa Mista dos Produtores Rurais da Agricultura Familiar (Cooprafe), de Santa Rita; a Cooperativa Paraibana de Agricultura e Avicultura Familar (Copaf), de São Sebastião de Lagoa de Roça.

Por meio do projeto, estas cooperativas terão acesso à realização de diagnóstico, participação de workshops, viagens de imersão e uma consultoria especializada. Também participarão do projeto até oito cooperativas que possuam expertise em gestão e tenham acesso a diferentes mercados, preferencialmente localizadas nas regiões Sul e Nordeste. Estas cooperativas atuarão como mentoras das outras 24 selecionadas.

O presidente do Sistema OCB/PB, André Pacelli, acredita que a iniciativa traz uma uma grande oportunidade de aprendizado para as cooperativas e deve fortalecer, ainda mais, a agricultura familiar na região. “Este projeto possibilita uma experiência prática de intercooperação entre as nossas cooperativas e outras já reconhecidas pela excelência de sua gestão e por sua forte presença no mercado. Nossas cooperativas terão acesso a informações técnicas e experiências práticas que poderão alavancar seus negócios”, destacou.

O resultado da seleção também pode conferido aqui

Essência do cooperativismo

Para o presidente da OCB, Márcio Lopes de Freitas, essa iniciativa mostra a essência do cooperativismo. “O nosso modelo de negócios se diferencia dos demais porque no nosso DNA está a preocupação com as pessoas e as comunidades onde as cooperativas estão instaladas. Por isso, quando vemos esse programa tomando corpo, com essa parceria do MAPA e apoio do IICA, percebemos o quanto podemos realizar ao envolvermos os atores certos. A região Nordeste tem muito potencial e a atuação das cooperativas tende a fortalecer a economia e a estruturação de novos negócios cada vez mais sólidos”, avalia Márcio Freitas.

Segundo o secretário da Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, Fernando Schwanke, neste primeiro momento, o projeto deve atender preferencialmente a região do programa Agronordeste, que é uma das prioridades do Ministério da Agricultura. Mas a expectativa é que a iniciativa possa futuramente contemplar outras regiões do país.

 

Próximos passos

Para a celebração do Termo de Adesão, as cooperativas selecionadas deverão apresentar ao Ministério da Agricultura os seguintes documentos: estatuto social, ata de eleição da diretoria, e RG, CPF do representante legal da cooperativa.

 

 

Com informações do site Somos Cooperativismo


Comentários

Comentar

1081
Fale com o Sistema OCB/PB