Coronavírus muda rotina das cooperativas paraibanas



A adoção do isolamento social como medida de prevenção ao contágio pelo Coronavírus (Covid-19) mudou a rotina das cooperativas paraibanas. Algumas suspenderam as atividades presenciais, mas há várias cooperativas, principalmente, nos ramos de saúde, agropecuário e de transporte que seguem produzindo e prestando serviços à população. Já o ramo de crédito tem priorizado o atendimento através de canais digitais.

 

Cooperativas de saúde: o enfrentamento à pandemia

Na linha de frente do combate à pandemia, está o ramo de saúde com cooperativas como a Unimed João Pessoa, que preparou sua estrutura e adotou protocolos para atender a possíveis casos de Coronavírus no Hospital Alberto Urquiza Wanderley e em suas outras unidades de atendimento. A cooperativa também está convocando médicos (cooperados ou não) para reforçarem a escala de atendimento no hospital. Os interessados devem preencher o formulário disponível no Portal Unimed JP ou clicar aqui.

Seguindo as orientações da OMS, da ANVISA e do Conselho Federal de Odontologia, a Uniodonto JP adotou novos horários para atendimento de urgência odontológica em sua sede administrativa: de segunda à sexta-feira, das 18h às 23h / sábados, domingos e feriados, das 7h às 23h.

Várias cooperativas de especialidades médicas suspenderam os atendimentos, seguindo orientação do Conselho Federal de Medicina que recomendou suspensão de consultas eletivas. Mesmo assim, algumas cooperativas seguem realizando ações. Um exemplo é a Cooperativa dos Anestesiologistas da Paraíba (Coopanest PB) que ontem, diante da escassez das máscaras descartáveis, comprou e distribuiu o item de proteção aos seus associados. 

 

Cooperativas agropecuárias funcionam, mas reduzem produção

No ramo agropecuário, as cooperativas filiadas ao Sistema OCB/PB se mantém funcionando, mesmo tendo reduzido seu volume de produção nos últimos dias. “Algumas estão trabalhando em escala, uma ou duas vezes por semana. Mas todas elas continuam em atividade, mesmo de forma de reduzida”, comenta o assessor técnico do Sescoop/PB, Robson Nunes.

Um exemplo é a Cooperativa dos Produtores de Leite e Derivados do Vale do Paraíba, de Itabaina. Segundo o presidente Mauro Borba, a cooperativa reduziu sua produção em 40% para se adequar ao atual volume de vendas, adotando inclusive medidas drásticas como soltar vacas com pouca produção para garantir o funcionamento.

                     

Serviço de táxi e frete  

No ramo de transporte, cooperativas de segmentos específicos como táxi, cargas e frete seguem em atividade. A cooperativas Transtáxi, que atua no Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, e Coopemfrete, formada por motociclistas, continuam oferecendo seus serviços à comunidade. Já a Cooperativa dos Transportadores de Carga – Frota Caaporã, única do segmento de cargas na Paraíba, está com sua frota reduzida por medida de segurança.

 

Cooperativas de crédito priorizam atendimento digital

Atendendo às determinações do poder público, as cooperativas de crédito suspenderam o atendimento em suas agências, mas os cooperados podem ter acesso aos serviços financeiros por meio de serviço de caixa eletrônico, bem como por canais de atendimento online via whatsapp e aplicativos.


Comentários

Comentar

9309
Fale com o Sistema OCB/PB