Cooperativismo tem nova reunião com ministra Tereza Cristina



Foto: Marcelo Camargo - Agência Brasil/EBC

Brasília (25/3/20) – A ampliação da liquidez para as cooperativas agropecuárias no atual contexto econômico gerado pela pandemia do coronavírus, esteve entre os assuntos debatidos ontem, por lideranças do cooperativismo e a ministra Tereza Cristina. Além do presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, a reunião – via videoconferência – contou com a participação de lideranças do cooperativismo da região Sul, de Minas Gerais, e dos secretários de Defesa Agropecuária, José Guilherme, e de Política Agrícola, Eduardo Sampaio. 

Essa é mais uma da série de reuniões que a OCB em mantido com seus interlocutores no âmbito do governo federal. Com o Mapa, por exemplo, a primeira ocorreu no último dia 18, para discutir a situação de frigoríficos. Na ocasião, um documento contendo demandas das cooperativas agropecuárias, sobre crédito rural, foi repassado à Ministra. Ontem, a ministra Tereza Cristina fez um breve relato de todas as medidas tomadas pelo governo até o momento.

“Estamos mobilizados, praticamente 24 horas por dia, para dar continuidade aos trabalhos do Ministério. Pregamos a harmonia entre o governo federal, prefeitos e governadores, para que ações localizadas não venham a prejudicar a continuidade na produção de alimentos, fundamental para este momento crítico que vivemos. O que não podemos e não vamos deixar acontecer é o desabastecimento. Estamos contando, neste sentido, com o importante apoio das cooperativas para que as atividades continuem dentro dos protocolos de segurança, preservando sempre a vida dos funcionários”. 

Tereza Cristina também compartilhou o andamento de algumas das propostas apresentadas pelo setor e assegurou que o Ministério está empenhado em encontrar soluções para as questões levantadas pelas cooperativas e produtores rurais. 

Hoje, o grupo também entregou um novo o documento detalhando as necessidades das cooperativas a respeito do crédito rural. Ao final, uma nova reunião ficou agendada para a próxima quarta-feira (1º/4). 

PARTICIPAÇÕES

A reunião com a ministra Tereza Cristina também foi acompanhada por dirigentes das cooperativas do Paraná: Frimesa, C.Vale, Copacol, Lar, Coamo, Copagril, Coopavel, C.Vale, Bom Jesus, Integrada, Unium – Castrolanda, Frísia e Capal; de Minas Gerais: Cooxupé; do Rio Grande do Sul: Federação das Cooperativas Agropecuárias; de Santa Catarina: Aurora e Ocesc. 

 

SISTEMA OCB/PB BUSCA DIÁLOGO COM GESTORES ESTADUAIS 

Em sintonia com a unidade nacional, o Sistema OCB/PB tem buscado também dialogar com os gestores públicos estaduais no sentido de mitigar as dificuldades trazidas pela pandemia do Coronavírus. O presidente da unidade estadual, André Pacelli, disse que acompanha com especial preocupação a situação das cooperativas de agricultura familiar, que correm riscos de prejuízos na produção e comercialização de seus produtos.

“Estou em contato direto com a OCB, dialogando com o presidente Márcio Freitas, o superintendente Renato Nobile e a gerente Tânia Zanella, para tratar das dificuldades do segmento, no que tange às questões que dependem deliberações em âmbito federal. Aqui na Paraíba, estamos em contato com gestores públicos estaduais e de entidades parceiras como a Faepa para dialogar e buscar soluções para questões que hoje trazem apreensão às cooperativas”, comentou Pacelli.

 

(Com informações da unidade nacional do Sistema OCB e do Sistema Ocepar)


Comentários

Comentar

4249
Fale com o Sistema OCB/PB