Encontro reúne dirigentes de cooperativas agropecuárias



Um dia para debater, planejar e buscar soluções para o cooperativismo agropecuário. Assim foi esta terça-feira para mais de 40 dirigentes participantes do Encontro das Cooperativas Agropecuárias da Paraíba, que contou com palestras sobre o cenário nacional do ramo, selo de inspeção e acesso ao crédito rural.

A ação abriu o calendário de eventos do Sistema OCB/PB em 2020. O presidente André Pacelli realizou a abertura do Encontro, falando sobre o interesse do Sistema em compreender as demandas de cada de ramo para ajustar o planejamento institucional às necessidades das cooperativas.

“Neste evento, a gente procurou trazer palestrantes que possam contribuir com o debate sobre as questões do cooperativismo agropecuário, que está muito organizado, com cooperativas muito participativas. Foi um dia de debates e oportunidades para o segmento”, avaliou o dirigente.

O presidente da Cooperativa Agropecuária de Campina Grande (Cooperural), João de Deus Rodrigues, que representa o ramo no conselho da OCB/PB, acredita que o Encontro fortalece um trabalho que já vem sendo realizado para a organização das cooperativas agropecuárias no estado.   

“Isso é um momento muito importante em que a gente sente a força do ramo agropecuário. Nós estamos nos reunindo a cada 60 dias e trazendo sempre à tona os problemas que nós temos e a vontade que nós temos de resolver as pendências do ramo”, comentou.

Entre os participantes também estava o presidente da Coopervale, Mauro Borba. Para ele, o evento trouxe uma perspectiva otimista para o setor em 2020. “Começamos o ano bem com várias entidades participando e esclarecendo muita coisa para a gente. Gostei de participar porque está trazendo à tona as dificuldades que nós enfrentamos e soluções”, disse.

 

Boas perspectivas

Primeiro palestrante do dia, o analista técnico-econômico da OCB nacional, João Prieto, abordou o “Panorama da Agropecuária em 2020”. Considerando dados nacionais do segmento, ele trouxe perspectivas positivas para o segmento, que tem potencial para se desenvolver, especialmente no Nordeste.  “A região tem muito a crescer no cooperativismo e o Nordeste também tem muito a contribuir com o país", afirmou.

Segundo ele, o cooperativismo vem crescendo exponencialmente nas mais diversas cadeias produtivas que o agro comporta. “O ramo agropecuário é um dos mais pujantes que nós temos no cooperativismo. E a gente tem um desenvolvimento muito interessante nos últimos anos, que vem colocando o cooperativismo cada vez mais em evidência em todo o setor e no âmbito do governo também, onde há um reconhecimento do modelo do cooperativismo e do potencial que nós temos para contribuir com o desenvolvimento econômico e social do país”, destacou.

Selo de Inspeção e Crédito Rural

Em seguida, o coordenador da Defesa Agropecuária Estadual, Rubens Tadeu, falou sobre um dos temas que mais geram dúvidas para as cooperativas do ramo, que é a obtenção do selo do Serviço de Inspeção Estadual (SIE).

O acesso ao crédito também entrou no debate com palestras de representantes de instituições financeiras. Representante da Sicredi Evolução, o gerente de Negócios Agro, Aurélio Pizzano, apresentou a instituição e tirou dúvidas sobre os produtos e serviços da cooperativa.

O agente de Desenvolvimento do Banco do Nordeste, José Sávio Vieira de Sá, representou a superintendência da instituição na Paraíba e esclareceu dúvidas dos participantes.


Comentários

Comentar

7250
Fale com o Sistema OCB/PB